para nascer uma flauta…

existe uma consciência alquímica trabalhando no invisível através de 4 elementos, o artífice é um intérprete do processo,

e quando está integrado ao fluxo natural da matéria prima e participa de cada etapa da gestação, desenvolve a sutil arte de saber o que cada bambu vai ser como flauta.

A intenção do artífice é moldada pela forma e natureza do material.

A flauta latente aguarda a presença do Ser, para manifestar o que é desde o princípio!

Preparo dos materiais

Etapas de Produção 1

A Colheita

Ao entrar no bambuzal peça licença! Ofereça uma tabaco para a Mãe Terra, ore pela vida, e agradeça ao Povo vegetal pela sua capacidade de doação. Colha logo no início da Avó Lua minguante quando as águas estão baixas, pergunte ao clã se pode colher, e saia agradecendo a vida deste povo tão generoso. É o Sul na direção da roda, é o povo doador por natureza. Corte suavemente em ângulo 45º logo acima do nó, para a água escorrer e não estragar a raiz. Procure os bambus mais antigos que ficam mais ao centro da tosseira, eles devem estar manchados com aspecto envelhecido, devem ter no mínimo uns 3 ou 4 anos de idade. Quanto mais velho melhor. 

Etapas de Produção 2

O Banho

Existem muitos tipos de banhos para retirar o amido do bambu e diminuir a possibilidade de infestação de micro-organismos. Eu usei muitos banhos químicos, mas não era feliz devido ao processo de descarte dos metais pesados. Atualmente trabalho numa reserva florestal com acesso à água pura de nascente . Então criei tanques de banho em água corrente a sem necessidade de usar produtos químicos, simplesmente deixando os bambus colhidos imersos de 15 a 30 dias em pura água de nascente correndo sobre eles.

Etapas de Produção 3

1ª Secagem

Quando retiro os bambus da água, os apresento ao Avô Sol por alguns dias, mas não deixo expostos mais que 7 dias, pois a secagem ideal é feita à sombra lentamente. Este é o primeiro processo de secagem somente para escorrer o excesso de água. 

Etapas de Produção 4

2ª secagem e Armazenagem

Os bambus são colocados na estante em posição horizontal e distantes um do outro para respirar. Eles ficam, no mínimo, 6 meses secando à sombra e com baixa umidade no ar. Nesta etapa, quanto mais tempo o bambu ficar armazenado, melhor será sua sonoridade no futuro. É um processo de maturação natural. 

Etapas de Produção 5

3ª Secagem e Selagem

A última etapa na preparação do material para virar flauta, é a secagem final no maçarico. Onde o bambu recebe um banho de fogo para eliminar os últimos vestígios de água e proporcionar uma selagem natural através da evaporação de resinas e amidos. Costumo chamar este momento de “prova de fogo”, pois, muitos bambus não aguentam esta prova e racham. Os que sobrevivem, certamente nascerão como flautas resistentes e literalmente, provadas no fogo. 

o Bambu AGORA, quer ser A flauta

Ainda estamos na etapa inicial, que é o processo de “preparação dos materiais“!

A partir desta etapa, seguem as etapas de furação, afinação à quente, afinação à frio, selagem final, acabamento e montagem, que fazem parte do processo de produção efetiva da flauta. 

Se você busca um instrumento de poder e cura vibracional, saiba que essa é a nossa missão, e o tempo é um valor a favor, necessário para manifestação de um instrumento com Alma. 

Ver Catálogo